Por que o marketing não deve ser cortado da sua empresa durante a pandemia

Por que o marketing não deve ser cortado da sua empresa durante a pandemia

Antes de falar sobre todo o retorno que o marketing pode trazer às empresas em períodos de crise, queremos gerar uma reflexão: como está o seu consumo de informação durante essa pandemia?

É bem provável que a sua resposta esteja alinhada ao que diz o estudo da Sociedade Brasileira de Varejo e Consumo (SBVC), que revela que 61% dos brasileiros mudaram seus hábitos.

Mas como?

Na prática, isso aconteceu de frente para as telas. O consumo de conteúdos nas redes sociais, as compras pela internet e os deliveries de produtos variados, além do que se já estava habituado, como roupas, bebidas e eletrônicos, fazem parte dessa mudança.

Não precisa ir muito longe para observar. Dentro de casa, temos famílias consumindo conteúdo que estimulam hábitos que antes não tinham tempo de executar, como criar uma horta no quintal, praticar yoga ou simplesmente saber mais sobre saúde mental.

As empresas confiaram nas medidas de isolamento e apostaram na produção vídeos, posts educativos e de grande utilidade para a rotina dos consumidores.

Marketing digital com atenção às personas

Se tratando do nosso mercado e das marcas em que trabalhamos na Agência L3N, seguir à risca o que foi desenhado nos projetos de marketing digital, mais especificamente nas descrições do gosto pessoal de cada persona, tem feito uma enorme diferença que comprova a máxima: nem sempre falar de produto é o que vai fazer sua empresa vender.

Isso constata que o marketing digital, quando trabalhado de forma estratégica, tem sido uma poderosa ferramenta para manter as marcas vivas em tempos de incerteza.

É importante saber que, nem todo produto ou serviço que mantém essa vivacidade no digital pode garantir um aumento considerável das vendas, afinal, em tempo de crise há muito mais interferência de questões econômicas externas do que a própria arte de vender e fazer marketing. Porém, sem dúvida alguma, ter a empresa ativa no ambiente digital coloca as marcas em outro patamar.

Marketing tradicional: muito mais que reforço

E o marketing tradicional? Como ele pode ajudar as empresas nesse momento? É comum encontrar empresários com posicionamentos direcionados somente ao digital, já que, pela lógica, ele sai mais barato e é possível segmentar melhor quem recebe a informação, mas é preciso levar em consideração várias outras possibilidades que surgem com boas estratégias do marketing tradicional.

Listamos aqui algumas:

  • Promoções bem pensadas, capazes de atrair novos clientes e fidelizar os já existentes;
  • Campanhas que permitem que a marca tenha dominância no mercado, mantendo-a viva, sobrevivente e presente na mente das pessoas;
  • Investimento na experiência com o cliente;
  • Direcionamentos que levam em consideração a geografia, mercado (local) e o público;
  • Ações que envolvam o público interno (endomarketing) da sua empresa.

Se você está se vendo diante de uma necessidade imediata de cortar gastos na sua empresa, observe qual tem sido uma das principais fontes de informação e venda. Se o marketing estiver entre as respostas, que tal repensar as suas estratégias?

 

Texto por Luana Leão.

Não há nenhum comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Comece a digitar e pressione Enter para pesquisar

Shopping Cart